dia de derby

20121210-004531.jpg
Nunca um derby me pareceu tão desencantado. Nunca a diferença entre rivais Lisboetas, entre nós e eles me surgiu tão abissal. E por diferença não me regiro à pontual, aos muitos pontos que desgraçadamente nos separam. Falo, isso sim, do estado anímico, das perspectivas de futuro, da ausência delas, do jogo ou da ausência dele. Falo da depressão verde, da maior que conheci, do buraco tão assustadoramente profundo e negro. Do vazio, da quase privação de sonho. E subitamente uma oportunidade de redenção suprema. Tudo valerá a pena, nada terá sido em vão se hoje o Benfica cair. Subitamente o céu ao alcance da mão, à distância de um remate de Van Wolfswinkel. E depois amanhãs cantarão, depois tudo será possível. Ser campeão não soará como utopia, a Champions em 2013 estará praticamente assegurada, dirão. Sim basta neutralizar Cardozo para fugir ao inferno, basta ridicularizar Melgarejo para por Garay em sentido, basta aproveitar a cabeça quente de Maxi para ganhar a linha. Depois, perante Artur, virá o mais fácil: a glória. Será exagero? Certamente que sim, mas é de exagero que um derby se faz. É de sonho que se alimenta este derby, qualquer derby. E eis que tudo é possível, eis que de súbito adquire propriedades mágicas, o rectângulo lá em baixo, eis que 90 minutos se consomem em sôfrega paixão. Para os Sportinguistas, imagino, o coração baterá hoje mais forte. Para eles glória e abismo à distância de um passo. Para nós, apenas três pontos. Três pontos que, espero, hão-de atravessar a 2ª circular. Três pontos que hão-de ser nossos. O sonho do Sporting, esse há-de desfazer-se lá para a noite, há-de esconder-se esmagado pela triste realidade, há-de hibernar nesta fria estação. Até à primavera, imagino, até ao próximo derby, aposto…

3 responses

  1. gente, essas pessoas estavam penduradas onde?

    Dezembro 10, 2012 às 5:48 pm

    • Estavam penduradas numa grua, treinando acrobacias para a inauguração de um hotel..

      Dezembro 10, 2012 às 8:18 pm

  2. Rubem Myrrha

    Mais um belo post ! Mais uma inspiração para trocando o verde pelo azul narrar a mesma decadencia…

    Dezembro 17, 2012 às 8:29 pm

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s