Braga

Quis o acaso que descobrisse este post hoje. Quis o destino que o lesse horas antes de mais um Benfica-Braga, o mais decisivo dos últimos anos. Quis o destino que a primeira visita da Luisa à Luz tivesse sido nesse longínquo Outubro de 2010, precisamente para um Braga-Benfica. Quis o destino que o golo de Carlos Martins tivesse sido selado com um abraço de pai e filha, desses que não esqueço. Que ninguém esquece. É tarde, hoje. Caso contrário rumaria a sul sem demora. Entraria apressadamente com ela na Luz. Mesmo a tempo de comemorar o golo de Cardozo com um desses abraços capaz de se congelar no tempo, de congelar o próprio tempo. Que me acompanharia vida fora. Que nos acompanharia vida fora. É tarde, mas haverá abraços no café do Sr Coutinho, celebrando os golos do Benfica, claro, mas celebrando sobretudo essa paixão por futebol. Partilhada, como todas as paixões devem ser…

(Este post vai para o Capareira, alentejano na Terceira, Benfiquista como poucos…)

One response

  1. Pingback: Special Photo Challenge: Inspiration «

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s