Mengo

Para qualquer um, a camisa vale tanto quanto uma gravata. Não para o Flamengo. Para o Flamengo a camisa é tudo. Já tem acontecido várias vezes o seguinte:- quando o time não dá nada, a camisa é içada, desfraldada, por invisíveis mãos. Adversários, juízes, bandeirinhas, tremem, então, intimidados, acovardados, batidos. Há de chegar talvez o dia em que o Flamengo não precisará de jogadores, nem de técnicos, nem de nada. Bastará à camisa, aberta no arco. E diante do furor impotente do adversário, a camisa rubro-negra será uma bastilha inexpugnável.

Nelson Rodrigues

(na impossibilidade de comparecer hoje na cidade maravilhosa para uma tentadora feijoada, deixo as palavras de Nelson Rodrigues, em jeito de agradecimento pelo convite…)

Anúncios

6 responses

  1. dufas

    Comovidíssima recebo esse verdadeiro presente, Pedro. Obrigada, amigo. Beijo grande.

    Outubro 1, 2011 às 2:01 pm

    • Queria estar aí nessa feijoada, Helê. Infelizmente a TAP não colaborou…

      Outubro 1, 2011 às 10:36 pm

  2. não é à tôa que chamam a camisa de “manto sagrado”.

    Outubro 1, 2011 às 5:14 pm

    • Tem uma carga mítica, aquela camisa…

      Outubro 1, 2011 às 10:36 pm

  3. Bem, acho q o melhor programa na Cidade Maravilhosa hoje seria o Rock in Rio… Tenho um IRC mto grande do Flamengo (é o único time q torço… contra!)… Bjs, Bê

    Outubro 3, 2011 às 2:36 am

  4. Pingback: Special Photo Challenge: Inspiration «

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s