altos e baixos

Ainda é assim o meu futebol, de altos e baixos, de vergonha e emoção separados por dias,  horas ou minutos. Minutos que separam um esmagador 3-0 de mais um frango de Roberto ou dias que separam a vergonha do último domingo do jogo de ontem. Dias que medeiam o injustificado despeito pela perda do campeonato e um estádio cheio, a embalar a equipa para um jogo soberbo. Porque foi disso, no fundo, do que se tratou, de um jogo soberbo de Aimar, Coentrão, Saviola mas sobretudo de Sálvio. Cheio de falhas, é certo, mas servido de futebol esteticamente perfeito, temperado com emoção a gosto. É esse o meu futebol, como é esse o futebol da Sofia, o futebol que “prefere o jogo de ataque desvairado, mas com grandes toques de classe do Benfica, aos passes ao milímetro até à morte do Barcelona”. É esse o meu futebol, como é esse o futebol do Joel, onde se “vive a mais delirante euforia e a mais miserável angústia”. É de euforia, a hora. Que assim seja até à próxima quinta-feira, quando finalmente Veloso será vingado. Que assim continue até Dublin…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s