Somewhere

Há obras que nos surpreendem pela rudeza, pela secura, pela ausência de artifícios ou floreados. Que nos mostram a vida como ela é, uma qualquer vida tal qual ela é, a uma distância mais ou menos segura. Somewhere é algo diferente. Sim é rude, frio e seco, não conta uma história, não pressupõe qualquer julgamento, foge a clichés como o diabo da cruz. Mas é diferente na distância a que nos mostra o sujeito da história, é diferente porque nos aproxima subtilmente da história, quando nos coloca dentro do Ferrari, quando nos dá tempo para pensar na vida enquanto conduzimos. Porque é de mestre, o ritmo a que Sofia Coppola filma a vida de Johnny Marco, alternando momentos de tédio com outros de grande delicadeza ou intensidade. Desabafos e engates, banhos de sol ou um jogo de ténis na Wii. Tudo no seu instante, tudo como na vida fora da tela. Tudo isso com fotografia próxima, sóbria e com planos estáticos de  grande qualidade visual. Por último a música, com uma selecção sublime, da qual o trailer é apenas um exemplo. Somewhere é uma obra-prima. É um daqueles filmes raros e surpreendentes, que inventam novos caminhos, novas linguagens, que reinventam o cinema. Não é um filme fácil. Como não o é, a vida…

Anúncios

2 responses

  1. tá na lista, mas ainda não apareceu por aqui… Parece muito bacana mesmo!
    bjk

    Março 2, 2011 às 12:52 am

    • Olha Monica, parece que eu e o Pedro não fomos ver o mesmo filme não… a melhor crítica eu li outro dia: é um filme sobre o vácuo, cheio de vácuo…
      Bjs,
      Ana

      Março 2, 2011 às 9:15 pm

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s