Coimbra



Andámos desavindos, eu e Coimbra.

Por muitas razões, concretas, imaginárias, irracionais, mas estúpidas todas elas.

Porque Coimbra foi importante demais para mim, para que a possa esquecer, foi demasiado central na minha vida, para que possa simplesmente passar ao lado.

Mais tarde ou mais cedo tinha que voltar a olhar para ela.

Aconteceu quando o trabalho me levou pelas escadas do Quinchorro até à Couraça de Lisboa. Quando subi pelo jardim da Manga até a Couraça dos Apóstolos, descendo daí até o arco de Almedina.

E foram estes vestígios da fortificação Coimbrã que sobreviveram à deriva megalómana do Estado Novo, às demolições dos anos 40, e ao desnorte urbanístico que se seguiu, que me devolveram Coimbra.

Simplesmente porque resistiram à irracionalidade, ao esquecimento.

Como Coimbra resistiu ao meu descaso, esperando a oportunidade de voltar a ser minha…

7 responses

  1. Tati

    Coimbra é uma lição / De sonho e tradição / O lente é uma canção / E a lua a faculdade
    O livro é uma mulher / Só passa quem souber / E aprende-se a dizer / Saudade…

    Coimbra do choupal / Ainda és capital / Do amor em Portugal / Ainda…
    Coimbra onde uma vez / Com lagrimas se fez / A história desta Inês / Tão linda

    Coimbra das canções / Tão meiga que nos pões / Os nossos corações / à luz
    Coimbra dos doutores / Pra nós os teus cantores / A fonte dos amores / és tu

    Coimbra é uma lição / De sonho e tradição / O lente é uma canção / E a lua a faculdade
    O livro é uma mulher / Só passa quem souber / E aprende-se a dizer / Saudade…

    Coimbra do choupal / Ainda és capital / Do amor em Portugal / Ainda…
    Coimbra onde uma vez / Com lagrimas se fez / A história desta Inês / Tão linda

    Coimbra das canções / Tão meiga que nos pões / Os nossos corações / à luz
    Coimbra dos doutores / Pra nós os teus cantores / A fonte dos amores / és tu

    O livro é uma mulher / Só passa quem souber / E aprende-se a dizer / Saudade…

    COIMBRA FOREVER 🙂

    Novembro 4, 2010 às 7:02 am

    • Tatiana,
      Posso imaginar a saudade que por aí vai…
      Beijo,
      Pedro

      Novembro 5, 2010 às 11:48 am

  2. Maria Teresa Monteiro

    Continua na mesma, Coimbra, fortificada e desnorteada …

    Novembro 4, 2010 às 9:30 am

    • Eu é que mudei, Teresa…

      Novembro 4, 2010 às 9:32 am

  3. Ana

    Fico feliz que te tenhas reencontrado com Coimbra.

    Lembro-me de ti, no nosso apartamento temporário, já aqui na rua, lembro-me de ti num centenário República Rosa Luxemburgo, lembro-me de adorar brincar contigo, lembro-me de quando me baptizas-te de “escarafunchosa”… lembro-me e reecontro-me com momentos bons da minha vida… esses que recordamos, para nos lembrar de quem somos.

    A Praxis continua à tua espera!

    Um grande abraço, padrinho

    Ana

    Novembro 4, 2010 às 9:18 pm

    • Ana,
      Essas recordações de que falas são as melhores que guardo de Coimbra…
      Obrigado pelo comentário terno que só me dá mais razões para me reencontrar com Coimbra
      Temos pois que marcar essa ida à Praxis…
      (Ainda existe, o Rosa Luxemburgo?…)
      Beijo,
      Pedro

      Novembro 5, 2010 às 11:46 am

  4. Ana

    A Rosa Luxemburgo, ainda existe! Desde 1972 na Rua Correia Teles, n.º 2 e ainda lá permanece.

    Este ano, em Maio, pelas razões que deves supor, não tive ânimo para ir ao centenário, mas seguramente que irei para o ano. Reecontrar amigos, gente que me viu nascer e crescer, de todas as gerações!

    Acho que sabes que não precisas de convite para aparecer quando quiseres, tu e os teus claro está! por isso já sabes, aproveita e para o ano vem ao centenário.

    Se não quiseres esperar tanto, a Praxis continua à tua espera!

    Grande abraço

    P.S. Padrinho, não se agradece ternura, nem pessoal, nem escrita – quando ela existe entre as pessoas é porque elas a construiram reciprocamente. De qualquer forma, se ainda insistires em agradecer, só tens que aparecer para beber um copo!

    Novembro 9, 2010 às 10:35 pm

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s