São João

Por estranho que pareça, existe uma estranha relação entre o São João, anos pares e futebol.
Para mim, pelo menos.
Sei-o desde 1984. Noite de São João.
Quando, no Caramulo, a sardinhada, baile, e tudo o que se exige neste dia, foram adiados para ver o Portugal-França.
Que seria um calmo “cumprir calendário”, segundo os Franceses.
Mas que Chalana e Jordão transformariam numa árdua jornada de trabalho.
Que terminou com o golpe de Platini, já no prolongamento.
12 anos depois, nova noite de São João.
Em custóias, casa da Sameiro, tradicional pouso na noite mais longa do Porto.
Televisão no pátio, animação ao rubro, sardinhas a pingar sobre as brasas.
Como pingou, o chapéu de Poborsky a Baía.
Qual orvalhada refreando os ânimos dos foliões…
O dia de São João, de 2004, seria de glória para Ricardo.
Ficarão na história aqueles minutos, em que Ricardo marcou e defendeu os penaltis decisivos desse Portugal-Inglaterra.
Como ficará na história, esse gesto simbólico de tirar as luvas para defender, de mãos nuas, o remate de Vassel.
Os Ingleses rumaram para casa.
Ricardo ganhou, nesse dia, o epíteto de Coração-de-Leão.
Desta feita quis a sorte que o jogo de Portugal fosse no dia 25.
Não é inédito.
Em 2000, dois golos de Nuno Gomes à Turquia, num jogo sem grande história.
Em 2006, jogo épico contra a Holanda, com nervos à flor-da-pele. Costinha foi expulso, Maniche marcou o golo da vitória.
Espera-nos o jogo com o Brasil.
Nesse dia de São Máximo de Turim, devoto confesso de São João.
Mas antes disso, celebre-se o Baptista.
Pinguem as sardinhas na broa.
Corra solto, o vinho verde-tinto de Ribeira de Pena.
E subam os balões.
Inchados pelo ânimo de sete golos…

Advertisements

12 responses

  1. ana

    Apesar dos múltiplos convites de tripeiros e tripeiros emprestados, não poderei ir ao S.João no Porto, como gostaria… o trabalho a isso obriga. Não deixarei de comer a sardinha por cá, que espero esteja a pingar.

    Bom S.João para ti! Diverte-te!

    Abraço

    Ana

    Junho 23, 2010 às 4:15 pm

    • Obrigado, Ana.
      As sardinhas estiveram magníficas, à altura do verde-tinto de Ribeira de Pena. Agora, em Lagos, à espera do Portugal-Brasil, estou na fase das conquilhas.
      Bj

      Junho 25, 2010 às 9:09 am

  2. Maria Teresa Monteiro

    UAU!

    Junho 23, 2010 às 5:13 pm

  3. Sérgio

    Caro amigo tenho uma convicção
    que neste S. João a nossa selecção
    não coma só sardinhas e pão
    senão
    o que nos espera é mais uma desilusão
    Grande s. João para vocês
    Sérgio

    Junho 23, 2010 às 5:22 pm

    • Vira essa boca p’ra lá, pá…
      Abraço

      Junho 25, 2010 às 9:10 am

  4. sininho

    Olhó balão na noite de S. João…

    Grande foto do balão a levitar entre marteladas e a a confusão geral!!

    Beijinhos

    Junho 24, 2010 às 10:12 am

  5. Confusão controlada. A idade não dá para mais…
    🙂
    Bj

    Junho 25, 2010 às 9:11 am

  6. Celso

    As sardinhas deviam estar melhores que o jogo. Morno e de poucas emoções.

    Enfim, todos nós, brasileiros e portugueses, continhamos na disputa e a exemplo dos jogadores que ao final da partida trocaram camisas e abraços,

    Um grande abraço.

    Celso

    Junho 25, 2010 às 5:40 pm

    • Bem melhores, Celso.
      Já o próximo jogo, Ibérico, será mais caliente…
      Abraço e fala pra Letícia que não vale torcer para España…

      Junho 25, 2010 às 10:26 pm

  7. bela

    Eu estive lá! Cheguei tarde mas comi as sardinhas, a salada da produção do Mano e a boroa. Vi , vi sim os tantos balões lançados e nenhum queimado!
    A foto, claro a foto mostra o bom foitógrafo que por lá passou e registou e testemunha os bons lançadores que por lá existiam, alguns dias formados em Custoias na casa da Avó Sameiro!
    Viva o S. João do Porto!
    Bela

    Julho 5, 2010 às 5:22 pm

  8. TURMA LUSA

    Boa a foto para ilustrar os festejos de S. João no Porto, mas a foto já tem 3 anitos. Já agora confesso ser um grande aficcionado e praticante na arte de lançar balões, que eu me lembro desde os meus 6 anos. Faço parte de um pequeno grupo denominado TURMA LUSA DE LISBOA, que mantém a tradição no lançamento de balões. Pena é que aqui por Lisboa esta moda já tenha desaparecido em grande escala nas festas de St. Antonio, mas pode ser que a história mude algum dia novamente. Já agora, edito um informativo virtual que se chama “Pirilampo”, que aborda tudo sobre os balões de S. João e caso alguém deseje receber por mail é favor solicitar para: turma.lusa@hotmail.com
    Teremos muito gosto em enviar a todos que gostem desta tradição, para que ela não desapareça da nossa cultura. Inclusive quem desejar colaborar, estamos receptivos na divulgação de histórias, fotos de balões, etc…
    Um grande abraço para todos os Amigos do Balão.
    Francisco
    TURMA LUSA DE LISBOA
    “Balão no céu, alegria na terra”

    Julho 8, 2010 às 11:56 pm

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s