intervenção divina

Só uma intervenção divina pode salvar a França.
Disse-o Domenech. E disse-o com razão.
A França entra para o último jogo obrigada a ganhar aos anfitriões.
México e Uruguai classificam-se com um conveniente empate.
Bem pode pois o seleccionador Francês evocar protecção divina.
Mas contra Unkulunkulu, só uma divindade do futebol pode servir-lhe.
E dessas é Maradona a que está mais à mão.
E quem sabe se não será Diego Armando a última esperaça dos “bleus”.
Porque é verdade que um empate serve a Mexicanos e Urugaios.
Mas não de forma igual.
A um deles espera-o a temível Argentina.
E pode ser esse factor que impeça o pacto. A acomodação.
Que leve o México a arriscar, para evitar Messi.
Que parta o jogo. Que impeça a modorra previsível.
E que desfaça o empate.
Que ajude Domenech.
E confirme Maradona como Deus Maior…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s