dia D

OK, é confortável ganhar campeonatos com 15 pontos. A 4 ou 5 jogos do fim.
Mas onde fica a vertigem?
Onde fica aquela emoção de estar entre o abismo e glória?
Aquele nervoso miudinho. Aquela cerveja que definitivamente não passa pela garganta apertada.
Aquele pavor de ouvir “Braaaaagaaaa” a seguir a um qualquer golo anunciado…
Futebol não é para ser vivido calmamente.
Futebol é excesso. De paixão, sobretudo.
Não me peçam para ser sensato, durante aquelas duas horas.
Não me peçam para ver o óbvio. Para reconhecer que o árbitro tem razão.
Não me peçam para estar calmo, hoje.
Não! Hoje é o dia.
É dia de futebol!
(Quis o destino que o dia D coincidisse com o Dia das Mães, no Brasil. Espero que haja mães particularmente felizes, mais logo à noite. Em Amparo e Diadema e Barra do Piraí…)
Anúncios

2 responses

  1. Maria Teresa Monteiro

    Parece que estamos de parabéns, no entanto, não sei se pela interioridade, se pela falta de civismo, andar em Tondela, hoje, é um verdadeiro degredo, isto se, tal como eu, mesmo sendo benfiquista, não se tem grande vontade de comemorar. Já fui apelidada de tudo… literalmente…

    Maio 9, 2010 às 8:55 pm

    • Claro que estamos de parabéns, Teresa. Quanto ao resto, são efeitos colaterais…

      Maio 10, 2010 às 5:35 pm

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s